04/12/2016 às 14h51min - Atualizada em 04/12/2016 às 14h51min

Filho mata pai a facada em Curitibanos

O patricídio aconteceu no início da noite deste sábado, 03, por volta de 19:0 horas no bairro São Luiz em Curitibanos.

A Polícia Militar de Curitibanos foi informada pelo copon, que  havia um homicídio na rua Iolanda Almeida no bairro São Luiz.

Lá foi encontrado a vítima Roberto Patussi, 62 anos, já em óbito, caído de bruço na garagem da residência. Havia marcas de cortes  e lesões nos braços da vítima indicando a tentativa de se defender. Na residência estavam Vera Lucia de Almeida Lemos, cadeirante, esposa da vítima, Maurício Patussi, filho da vítima e Bianka Aparecida de Moraes Patussi, menor, filha de Maurício e neta da vítima.

Essas pessoas estavam apáticas e não demonstravam nenhuma emoção mesmo perto do corpo da vítima.

Bianka contou a Polícia que dois elementos, um apresentando cabelos grisalhos e outro mais jovem, estiveram na residência perguntando pelo avô, que no momento não estava na casa. Então os elementos disseram que iriam esperar. Por fim entrou na casa e disse que não viu mais nada, nem mesmo se os indivíduos estavam em algum veículo.  Vera Lucia por sua vez disse que não viu nem ouviu nada. Foi informada pelo filho Maurício que haviam matado seu marido. Já Maurício disse que seu pai antes de sair no começo da tarde pediu para ele lavar o piso da garagem e do pátio com sabão ácido. Ao ser indagado o motivo, não respondeu e saiu. Maurício também disse que no momento do crime estava tomando banho e não viu nada. Ao avaliar o local, foi encontrado vários indícios que poderiam auxiliar  na investigação. Primeiramente foi encontrado vária manchas de sangue no chão, nas paredes, pátio e na área de serviço, inclusive sangue coagulado. Também foi encontrado vários objetos sujos de sangue: um sapato que estava na entrada da casa, um tesoura e uma faca de cozinha que estava na pia. Também foi encontrado semi queimados uma camisa e um bastão de madeira. Por fim foi encontrado um par de luvas ensopada de sangue dentro de um tanquinho de lavar roupas. O local foi todo cercado visando  a preservação dos vestígios. A menor Bianka também apresentava uma mancha de sangue na camiseta que vestia.

Os vizinhos dissera ouvir gritos e barulho de luta na casa e que Maurício ligou um vap para lavar a calçada logo após sessar o barulho. Tudo levava crer que o autor do crime fosse Maurício. As informações foram repassadas a Polícia Especial e a Polícia Civil.

Ao ser inquerido Maurício confessou que matou o pai após um desentendimento.

Maurício recebeu voz de prisão e o corpo de seu pai foi levado pelo IGP para Lages.

Informações Lebon Régis Online

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp