05/12/2016 às 11h02min - Atualizada em 05/12/2016 às 11h02min

Comunidade católica recebe doação de imagem gigante em Curitibanos

A comunidade da Cohab II, em Curitibanos, esteve em festa, no domingo (27), por dois motivos. Um deles foi a comemoração do Dia de sua Padroeira, Nossa Senhora das Graças, e o outro foi a aquisição de uma imagem da santa, reproduzida em quase cinco metros de altura e fixada na igreja em 24 de novembro.

De acordo com o coordenador da comunidade José Maria Bastos, 65 anos, há pelo menos 30 envolvido com comunidades católicas em Santa Catarina e curitibanense há 24 anos, a imagem foi obtida através do sobrinho Marcelo Andreo Bastos e veio de São Paulo para abençoar os fiéis do bairro e visitantes. Com 4,5 metros e cerca de cem quilos, a imagem de Nossa Senhora das Graças precisou de mãos amigas para ser fixada em frente à pequena igreja do bairro, situada na Rua Frei Gaspar. "Temos muitos voluntários no bairro, pessoas caridosas e de fé que auxiliaram na colocação da imagem e também nos reparos da igreja", informou José.

Segundo o coordenador, fiéis é que não faltam no bairro e ele mesmo atribui a Nossa Senhora das Graças seu retorno para casa, após um acidente grave e dias de recuperação em hospital. "Foi ela quem me levou para casa, pois saí do hospital no dia dela, 27 de novembro", comentou.

Além de Nossa Senhora das Graças, a comunidade, que já tem 12 anos de instalação, também tem como padroeiro Santo Expedido, o conhecido santo das causas impossíveis. Na igreja da comunidade, são realizadas duas missas e duas celebrações por mês, sempre aos domingos, às 9h30'.

Logo que a imagem foi fixada na entrada da igreja, muitos curiosos e devotos começaram a surgir. Por isso, a comunidade está pensando em ampliar a estrutura, que deve receber ainda mais fiéis. José salientou que o bairro está crescendo e o número de visitantes também. "Fazemos questão de abrir nossas portas para os visitantes e devotos", completou.

SANTA 

Também conhecida como Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, a invocação de Nossa Senhora das Graças está ligada a aparições à Santa Catarina Labouré. A primeira foi em 19 de julho, quando Catarina orou fortemente para que pudesse ver Maria. Nesse dia, ela ouviu uma voz que a chamava para encontrar-se com Maria. 

Após esse acontecimento, Catarina continuou sua rotina e, no dia 27 de novembro de 1830, ela estava na capela com outras irmãs, para as orações vespertinas, quando viu Maria sobre um grande globo, com um globo menor nas mãos, onde estava escrito "França". Maria explicou que o globo simbolizava o mundo todo, mas, principalmente a França e os tempos difíceis para refugiados da guerra. A visão mudou e Maria apareceu com os braços estendidos e dedos ornados com anéis que irradiavam luz e com uma frase que dizia "Oh, Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós".

Fonte:Franciele Gasparini/Jornal Asemana 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp