30/01/2017 às 10h40min - Atualizada em 30/01/2017 às 10h40min

Comércio de Videira abre calendário de horários especiais com lojas abertas até as 16h, no sábado (4)

As mais de 270 lojas associadas à CDL Videira abrem oficialmente neste sábado

As mais de 270 lojas associadas à CDL Videira abrem oficialmente neste sábado, 4 de fevereiro o calendário de horários especiais de atendimento ao consumidor, em 2017. O tradicional sábado D, prevê que as lojas fiquem abertas das 8h30 as 12h e das 13h30 às 16 horas, ampliando o atendimento em cerca de três horas. “Há alguns anos, o Sábado D tem se configurado como um importante instrumento para o comércio varejista de Videira. O horário diferenciado oportuniza que os consumidores que trabalham durante a semana possam fazer suas compras com tranquilidade e isso tem impactado positivamente no aspecto econômico”, diz o presidente da CDL José das Neves Olivo.

 

Segundo Olivo, os Dias D também serão essenciais para a recuperação das perdas provocadas pelo excesso de feriados previstos para 2017. No total, estão previstos no calendário de 2017, nove feriados ou pontos facultativos nacionais que  ainda poderão ser esticados já que alguns cairão na terça ou quinta-feira. Estimativas da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) apontam que o comércio varejista brasileiro deverá deixar de ganhar R$ 10,5 bilhões em 2017. O montante é 2% superior ao projetado no ano passado. “Embora não seja o ideal, temos convicção que os Dias D e as demais datas com horário ampliado, que estamos discutindo com o Sindicato dos Empregados será de extrema importância para movimentar nosso comércio”, complementou Olivo.

 

Expectativa do comércio varejista para 2017

 

Nos últimos dois anos, o comércio varejista vem enfrentando forte retração nas vendas, configurando-se como um dos piores momentos da década. A informação é consenso nacional e é resultado da grave crise econômica , altas taxas de desemprego e de inflação, além de outros complicadores, como a crise política, por exemplo.

 

No entanto, o presidente da CDL Videira, José das Neves Olivo que as apostas estão direcionadas para que 2017 seja a luz no fim do túnel. Segundo ele, algumas razões levam a essa melhor expectativa na economia. Primeiro, porque houve uma mudança do quadro político que animou os empresários, tanto que os indicadores de confiança do consumidor e do empresário do comércio, ambos divulgados pela Fecomercio, registram alta no comparativo anual de 19% e 27%, respectivamente. Além disso, o Banco Central já iniciou o novo ciclo de queda da taxa de juros. Isso significa que o crédito ficará cada vez mais barato para os empresários e consumidores.

 

Com a melhora nas expectativas dos empresários sobre a economia, aliada à maior previsibilidade e ao preço do dinheiro mais barato, espera-se para o próximo ano o crescimento dos investimentos e, por consequência, a reversão da curva do desemprego. O consumidor, por sua vez, além de ver a inflação com menor pressão, notará o crédito mais facilitado e barato, o que é importante para estimular a compra, principalmente, daqueles bens mais caros que necessitam de crédito de longo prazo, como os setores de duráveis e semiduráveis. O processo de recuperação será lento e difícil e o que é mais aguardado por todos é a retomada das condições econômicas das famílias com emprego e renda. “Pode-se dizer, portanto, que o pior foi superado e que 2017 será um ano melhor”, prevê Olivo.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp