07/02/2017 às 11h24min - Atualizada em 07/02/2017 às 11h24min

Homem usa Whatsapp para xingar PM e avisar de abordagem... Ele foi preso e conduzido a Delegacia

Policia Militar de Videira


Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2017 às 8:41

A “tal rede social” para quem usa na malandragem, realmente tem trazido complicações das mais variadas formas e nos últimos dias, houve noticias de prisões por complicações aos serviços da Policia, especialmente usando grupos de Whatsapp para avisar amigos sobre blitz e os locais de abordagem.

Na tarde de Segunda Feira(06/01), uma Guarnição da Policia Militar de Videira, estava patrulhando o contorno sul Luiz Henrique da Silveira, quando avistaram uma moto trafegando de forma suspeita e procederam a abordagem.

Ao verificar a documentação do jovem condutor e da motocicleta, percebeu-se que os dados não fechavam com a placa da moto. Os Policiais solicitaram uma consulta ao SISP, onde concluíram que a placa da moto e o chassi eram diferentes, com fortes indícios de adulteração.

Enquanto realizavam os levantamentos no local, o pai dot jovem começou a registrar fotos dos policiais, imagens dos procedimentos e do local da ocorrência. Em certo momento, a Guarnição recebeu imagens com palavras ofensivas, xingamentos e o aviso da abordagem em um Grupo de Whatsapp, descrevendo a localização da ocorrência.

 

Os diversos xingamentos sofridos pelos militares na postagem, com inúmeras palavras de baixo calão, resultou na voz de prisão ao condutor da moto pelas irregularidades constatadas e o pai do mesmo pela pertubação ao trabalho da Guarnição, Divulgação das Imagens em Grupo de Whatsapp com xingamentos e o desacato proferido. Diante da situação, ambos foram conduzidos a Delegacia da Policia Civil, onde o fato foi apresentado ao Plantão para os demais procedimentos.

A Moto com suspeita de adulterações, sendo que o chassi não pertence a placa que ela portava, foi recolhida e apresentada na Delegacia para posteriormente ser periciada. Os celulares de pai e filho, foram apreendidos pela PM no local e entregues na Delegacia da Policia Civil para os devidos procedimentos.

Vale o alerta, quem divulga informações no Whatssapp(ou outros aplicativos) de Operação Comando de Trânsito, Operação Lei Seca ou Abordagens Rotineiras realizadas por corporações policiais, pode ser preso e terá que responder pelos seus atos, perante a Autoridade Policial.

Reportagem e imagens: Genauro Stefanski/Espião Noticias

Postado por Genauro Stefanski/Departamento de Jornalismo da Rádio Fraiburgo AM

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp