06/12/2021 às 14h27min - Atualizada em 07/12/2021 às 00h00min

SOBRASP comemora 4 anos com 1º Simpósio da Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente

A revolução das ferramentas digitais para a saúde, as evidências científicas como grande norte para redução de danos ao paciente, e o bem-estar e valorização do profissional de saúde integram a programação ONLINE nos dias 10 e 11/12

SALA DA NOTÍCIA Dedicata Comunica
www.sobrasp.org.br

Divulgação
Práticas baseadas em evidências para redução de danos em saúde, prevenção de infecções e segurança do paciente ocuparam definitivamente o centro do cuidado. Profissionais de saúde foram atingidos em cheio no seu bem-estar pessoal e na vida profissional ao também adoecerem com a Covid-19. Tecnologias digitais desempenharam importante papel para a preparação das equipes e acompanhamento dos pacientes, além de agilizarem o levantamento e avaliação das melhores evidências científicas no combate à pandemia.

Essas e muitas outras questões que reviraram o cenário da saúde em 2020 e 2021 serão ponto de partida para as apresentações e debates do 1º Simpósio da Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente, a SOBRASP, que promove uma profunda análise do legado da pandemia para os profissionais de saúde.

O evento acontece ONLINE nos dias 10 e 11 de dezembro e tem como temas: CIÊNCIA DA MELHORIA E SEGURANÇA DO PACIENTE: APLICAÇÃO PRÁTICA DA MELHORIA NO DIA A DIA (curso pré-simpósio no dia 10/12, com carga horária de 8h) e INTEGRANDO PROCESSOS, PESSOAS E CONHECIMENTO PARA A QUALIDADE EM SAÚDE E SEGURANÇA DO PACIENTE (dia 11/12, das 8h30 às 18h30). As inscrições estão abertas no site da SOBRASP e destinam-se às equipes multidisciplinares de saúde tais como profissionais de enfermagem, nutricionistas, farmacêuticos, fisioterapeutas, médicos, gestores, estudantes, entre outros interessados no tema.

“O Simpósio aborda pontos que emergiram com muita força no enfrentamento da pandemia pela Covid19 e que precisam ser debatidos para extrairmos toda a aprendizagem possível. Novas tecnologias são essenciais, mas precisamos avaliar os novos riscos que surgem com sua introdução. A repercussão sobre os profissionais de saúde e como podemos apoia-los é outro elemento fundamental para a segurança do paciente e do trabalhador da saúde”, destaca o presidente da SOBRASP, Victor Grabois.



4 anos de SOBRASP: fortalecendo uma política pública de saúde e um direito humano básico

 O 1º Simpósio da SOBRASP também marca o aniversário de quatro anos da entidade, fundada em dezembro de 2017. Neste tempo, a Sociedade promoveu mais de 100 atividades, entre cursos, congresso, campanhas, palestras, webinares e lives; também congrega Grupos Temáticos de Trabalho que geram publicações cientificas, ebooks, manuais de orientação, entre outros, e divulga notas próprias de posicionamento e endossa de outras entidades neste esforço frente a importantes questões da área da saúde que impactam toda a população brasileira. 
A entidade tem como foco de atuação o disseminar das boas práticas do cuidado à saúde, o compartilhar conhecimento e habilidades com abordagens sistêmicas, interdisciplinares e voltadas para a construção da cultura de segurança, prevenção de incidentes e eventos adversos. Seu objetivo é fortalecer a qualidade do cuidado e a segurança do paciente como política pública de saúde e um direito humano básico.

“A SOBRASP comemora quatro anos de existência em dezembro, mas é como se estivéssemos atuando há muito mais tempo. A pandemia exigiu demais dos trabalhadores da saúde e a SOBRASP se empenhou ao máximo para difundir evidências científicas e apontar caminhos e estratégias tanto para a redução do número de casos e de óbitos pela Covid-19, como para a saúde de quem estava na linha de frente, profissionais dos quais nos orgulhamos muito. Esperamos fortalecer a SOBRASP ainda mais e contar com associados que participem cada vez mais da luta pela Segurança do Paciente como um direito”, completa Grabois

SERVIÇO

1º Simpósio da Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente - ONLINE
Dias: 10 e 11 de dezembro (Curso Pré-simpósio e Simpósio)
Inscrições: https://bit.ly/3CNjRsD


. Certificado de participação;
. O evento será síncrono e ficará disponível por 15 dias;
- 10% de desconto 
para grupos de 5 (cinco) ou mais pessoas: solicitação do cupom pelo WhatsApp (21) 99536-0884;
- Gratuidade para associados adimplentes da SOBRASP;
- Desconto para associados SBRAFH, SBA, ISMP-Brasil, AMIB, SOBRAFO, CRF-RJ, ABIH, SBFC e Elsevier;
- Sorteio de 3 (três) inscrições para o Congresso Brasileiro da SOBRASP.


Patrocínio:
ProLife e Grupo Fleury

Apoio:
- Sociedade Brasileira de Farmácia Clínica (SBFC)
- Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA)
- Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde (Sbrafh)
- Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB)
- Elsevier
- Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciente (REBRAENSP)
- Sociedade Brasileira de Farmacêuticos em Oncologia (SOBRAFO)
- Institute for Sale Medication Practices (ISMP Brasil)
- Conselho Regional de Farmácia do Estado do Rio de Janeiro (CRF-RJ)
- Organização Nacional de Acreditação (ONA)
- Associação Brasileira dos Profissionais em Controle de Infecções e Epidemiologia Hospitalar (ABIH)



PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA


DIA 10/12/2021


8h30
CURSO PRÉ-SIMPÓSIO
CIÊNCIA DA MELHORIA E SEGURANÇA DO PACIENTE: Aplicação prática da melhoria no dia a dia 

- Beatriz de Freitas Junqueira (Secretaria do Estado de Saúde do Espírito Santo)
- Cristiana Costa Gomes (Hospital Estadual Central ACSC e Santa Casa de Vitória-ES)
- Daniela Sperandio Feitosa (Hospital Estadual Jayme dos Santos Neves – HEJSN/ES)

12h30
SIMPÓSIO SATÉLITE – ProLife
COVID-19: A QUALIDADE E EFICÁCIA DOS EQUIPAMENTOS MÉDICOS NA SEGURANÇA DO PACIENTE
Carolina Landim (Fisioterapeuta intensivista e especialista de produtos médicos)




DIA 11/12/2021
1º SIMPÓSIO DA SOCIEDADE BRASILEIRA PARA A QUALIDADE DO CUIDADO E SEGURANÇA DO PACIENTE
INTEGRANDO PROCESSOS, PESSOAS E CONHECIMENTO PARA A QUALIDADE EM SAÚDE E SEGURANÇA DO PACIENTE


9h00-9h30 ABERTURA – Diretoria SOBRASP

9h30-11h10
O LEGADO DA PANDEMIA COVID-19 PARA AS PRÁTICAS DE SEGURANÇA DO PACIENTE
Objetivo: Discutir as mudanças operacionais, logísticas e de processos para promoção de segurança na assistência e prevenção de eventos adversos em saúde.
Justificativa: A pandemia da COVID-19 levou à tona as fragilidades dos sistemas de saúde no mundo inteiro, e em especial nos países com poucos recursos financeiros. Práticas baseadas em evidências para redução de danos em saúde, prevenção de infecções e segurança do paciente se tornaram o centro do cuidado, com necessidade premente de adaptação de protocolos clínicos, implementação das boas práticas na assistência, fortalecimento da vigilância de medicamentos, construção de planos de contingência com redesenho de sistemas e fluxos assistenciais, envolvendo todo o corpo de profissionais dos serviços de saúde.

Moderadora: Anna Butter

1) Adaptação de protocolos clínicos na assistência respiratória

Andréa Sala (HAOC-SP)
2) Impactos no Ciclo de Assistência Farmacêutica
Priscila Helena Marietto Figueira (INCA/RJ)
3) Fluxo de pacientes como estratégia para prevenção de infecções
Alan Neves (Hospital CardioPulmonar - BA)
4) Times de resposta rápida

Felipe Duarte (HSL- SP)


11h10-12h10
RESSIGNIFICÂNCIA E VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE FRENTE À SOCIEDADE

Objetivo: Discutir acerca do papel dos profissionais de saúde no enfrentamento de condições adversas e riscos à saúde.
Justificativa: Os profissionais de saúde são atingidos no seu bem-estar pessoal e na vida profissional. Ressignificar, neste cenário pandêmico, exige voltar nossas atenções para refletir, juntos, a essencialidade do trabalho de cada profissional que compõe as mais variadas equipes estratégicas de efetivação do cuidado nos cenários de saúde no Brasil. Esses profissionais estão expostos ao risco iminente da mudança de papel se infectados pelo Sars-CoV-2 e vir a precisar de cuidados, enfrentando o seu adoecimento e de outros profissionais no seu entorno.

Moderadora: Cecília Izidoro

1) Como ressignificar o papel do profissional de saúde e qual o impacto nas relações sociais.
Marcos Vono – psicólogo, especialista em Recursos Humanos (Oper Group - SP)
2) O outro lado da moeda -Vivência do profissional como paciente.

Bruno Barbosa – enfermeiro, pós-doutorando em Enfermagem (UERJ).


12h10
SIMPÓSIO SATÉLITE FLEURY - SEGURANÇA ASSISTENCIAL NA MEDICINA DIAGNÓSTICA

- Daniella Marcia Maranhão Bahia (Diretora Médica do Grupo Fleury)
- Janaína Teixeira Gardel Barrancos (Gerente de Processos de Enfermagem do Grupo Fleury)
- Laís Vissotto Garchet Santos Reis (Coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente do Grupo Fleury)
- Paola Emanuela P. Smanio (Gestora médica da Cardiologia e do Núcleo de Segurança do Paciente do Grupo Fleury)



13h00-14h20
SAÚDE DIGITAL COMO ESTRATÉGIA PARA A QUALIDADE DO CUIDADO E SEGURANÇA DO PACIENTE
Objetivo: Apresentar relatos de experiências exitosas, como resposta do setor de saúde à pandemia de Covid-19, através da utilização de ferramentas digitais para o cuidado, capacitação e participação colaborativa no enfrentamento da crise sanitária vigente.

Justificativa: A pandemia da COVID-19 interrompeu diversas atividades na assistência, ensino e pesquisa, além da prestação de serviços essenciais de saúde em todo o mundo. Frente ao desafio do distanciamento social, imposto como medida sanitária essencial à prevenção do contágio pelo SARS-CoV-2, foi necessário repensar soluções de prestação de cuidados de saúde para garantir a continuidade dos serviços e informações seguras e de qualidade para a população. Neste contexto, as tecnologias digitais tornaram-se uma importante ferramenta para a preparação das equipes e acompanhamento dos pacientes, além de agilizarem o levantamento e avaliação das melhores evidências científicas no combate à pandemia. Neste bloco vamos apresentar experiências inovadoras e de grande destaque que empregaram as tecnologias digitais para o enfrentamento da crise sanitária que desafia a saúde brasileira desde março de 2020.


Moderadora: Claudia Toledo (Elsevier Brasil/ Conselho Curador SOBRASP)

1) Como a pandemia COVID-19 modificou e melhorou as práticas assistenciais: tecnologia e participação colaborativa
Christiane Pinto (INCA- RJ)
2) Missão COVID: uma experiência inovadora
Cristiano Kanashiro (CEO GO.K)

3) O impacto da saúde digital na qualificação dos profissionais de saúde (sucessos e danos colaterais)
Bruno Rocha de Macedo (Incor/USP)


14h20-15h40
SAÚDE MENTAL DOS TRABALHADORES

Objetivo: Discutir questões relativas à saúde mental dos profissionais de saúde no contexto da pandemia da COVID-19, destacando a importância da implementação de estratégias para o seu enfrentamento, nos diversos cenários da saúde
Justificativa: A pandemia da COVID-19 traz um desafio a mais para a manutenção da saúde mental e física dos profissionais de saúde, considerando o elevado grau de contágio do vírus, a falta de equipamentos de proteção individual (EPI) e a sobrecarga de trabalho. Os efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus não atingiram somente os pacientes e suas famílias, mas também os profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate à doença. Uma rotina de desafios, incertezas e anseios, somadas à pressão para um cuidado direcionado a uma doença desconhecida afeta a saúde mental desse grupo. Um trabalho extenuante que se prolonga há mais de um ano pode gerar o sentimento de ansiedade, angústia e até depressão, sendo necessária a construção de uma rede de apoio psicoemocional a todos os envolvidos no contexto.

Moderador: Hugo Fagundes (SMS/RJ)

1) Distúrbios mentais na pandemia Covid-19

Katie Almondes (UFRN)
2) Experiência de estratégias para cuidar da saúde mental em hospital privado

Daniela Achette (HSL-SP)
3) Experiência de estratégias para cuidar da saúde mental em hospital público
Lúcia Rotenberg (Fiocruz-RJ)


15h40-16h30
SAÚDE BASEADA EM EVIDÊNCIAS EM TEMPOS DE COVID-19

Objetivo: Apresentar diferentes perspectivas sobre o desafio e aplicação na prática clínica, das evidências científicas na área da saúde durante a pandemia da COVID-19, através das experiências de profissionais que trabalham com a produção e uso destas evidências.
Justificativa: A falta de conhecimento sobre a COVID-19, no início da pandemia, expôs a fragilidade dos sistemas de saúde em um cenário pobre em evidências. Hoje já são mais de 300,000 artigos indexados na base de dados da Organização Mundial da Saúde, uma velocidade muito elevada de produção do conhecimento científico. Enquanto isso, na ponta, profissionais de saúde sobrecarregados e cansados enfrentam o desafio de permanecer alinhados com as evidências mais recentes e relevantes sobre a COVID-19, criando pontes entre o conhecimento recente e a prática clínica.

Moderadora: Cristina Ortiz (UFSCAR/Conselho Curador SOBRASP)
Painelistas: Hugo Tannus (Diretor de Políticas de Saúde UHG Brasil), Paula Werneck (Rede DO´R RJ) e Vinícius Civile (Centro Cochrane do Brasil)

16h30
OFICINA: TRABALHO INTERPROFISSIONAL EM SAÚDE E SEGURANÇA DO PACIENTE
Moderadora: Marise Reis (UFRN/Conselho Curador SOBRASP)
Palestrante: Marcelo Viana (EMCM/ UFRN)


18h – ENCERRAMENTO

____________________





 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp