15/03/2017 às 07h13min - Atualizada em 15/03/2017 às 07h13min

Jovens integram curso temático em olericultura das regiões de Videira, Caçador e Curitibanos

Curso integrante do Programa Jovens Rurais teve início nesta terça-feira, dia 14.

Vinte e cinco jovens integrantes das regiões de Videira, Caçador e Curitibanos estão integrando a nova modalidade do programa Ação Jovem Rural, que consiste em cursos temáticos. O projeto é desenvolvido por meio do Programa SC Rural. Para este ano, na regional da Epagri de Videira, serão quatro cursos, sendo o primeiro, aberto oficialmente nesta terça-feira, dia 14, com ênfase em olericultura, e outros três em bovinocultura de leite e fruticultura. Ao total, a expectativa é atender  aproximadamente 100 jovens.

Para o gerente da Epagri, Jonatan Galio, o objetivo é intensificar os conhecimentos em cada área "Enquanto as edições anteriores do programa Jovem Rural abriram um leque de conhecimentos no âmbito rural, esses cursos temáticos dessa nova formatação do programa, visam ampliar os assuntos em temas específicos. Acreditamos que será muito proveitoso" afirmou o gerente.

O programa teve início nesta terça-feira e acontecerá em três módulos de três dias, cada qual abordando assuntos relativos ao tema, mas com a proximidade da atividade de referência. Para a coordenadora Cirlei Werlang da Silva, referente a olericultura, no primeiro módulo o foco será a produção de tomates, no segundo módulo em maio será abordado cebola e alho e no terceiro encontro, programado para agosto, o foco será  produção agroecológica, etc.

Durante os módulos acontecerão imersões em conteúdos teóricos, com noções práticas avançadas. Cirlei destaca que a qualidade do conteúdo e a capacitação profissional da equipe que repassará os conteúdos serão diferenciais "Será uma grande oportunidade do jovem, com 18 a 29 anos, se aprofundar no assunto o qual está trabalhando. Será mais tempo e mais conteúdo sobre o mesmo assunto, a fim de dar subsídio para que o jovem desempenhe com excelência sua atividade" destacou.

Os jovens caçadorenses, Leonardo Susin, de 23 anos, e, Aline Fernandes, de 22 anos, ficaram entusiasmados com o projeto. Eles que trabalham com o plantio do tomate, destacaram que o momento será de formação e capacitação "Nosso objetivo é nos aprofundar ainda mais nesse assunto e reverter todo conhecimento em produtividade nas nossas famílias" finalizou.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp