12/05/2021 às 08h21min - Atualizada em 12/05/2021 às 09h40min

Franquia em cidade pequena é um bom negócio?

As franquias são vistas como oportunidade para muitos empreendedores. Ainda assim, surge a dúvida: vale a pena abrir uma unidade em uma cidade de até 50 mil habitantes?

DINO
http://www.franquiaodontoclinic.com.br
empreendedora planejando um negócio em uma cidade pequena

O ano de 2020 ficou para a história por diversos motivos - e nem todos foram negativos. De acordo com dados disponibilizados pelo Portal do Empreendedor, somente no período inicial da pandemia - de março a dezembro -, mais de 1,49 milhão de CNPJs foram abertos.

O crescimento do setor fez com que o 2020 recebesse o título de ano com maior número de empreendedores de toda a história do país. Dessa forma, a modalidade de trabalho correspondeu a 30% do PIB, Produto Interno Bruto, ainda citando a pesquisa anterior. 

Ainda assim, começar um novo negócio pode ser desafiador: de acordo com o SEBRAE, quase 25% da população adulta empreende atualmente. A concorrência - e até mesmo a falta de experiência - fazem com que a vida dos novos negócios seja curta, com, no máximo, 3,5 anos de atividade. 

Investindo com segurança 

Lucas Romi, Sócio e Vice-presidente de Expansão e Novos Negócios da Odontoclinic, explica que o respaldo oferecido por uma franquia é o diferencial de outros modelos de negócio. “Costumo dizer que uma franquia é a extensão de um negócio que já deu certo. Por esse motivo - e por toda a consultoria que o modelo de negócios oferece - os riscos são minimizados”, diz. 

Por isso, o especialista indica que as franquias são resposta para investidores que desejam abrir um negócio próprio em uma pequena cidade, com população de até 50 mil pessoas. “Oferecemos um estudo de local e, com isso, conseguimos entender se a área escolhida é atraente ou não. Além disso, o peso da marca também fará diferença, pois trará credibilidade e facilidade na divulgação”, aponta. 

Ainda assim, Lucas ressalta que os riscos não podem ser ignorados. “Não podemos deixar de lado o fato de que em uma cidade pequena o faturamento pode ser limitado. Além disso, podem existir menos profissionais capacitados para a mão de obra necessária”. 

Por fim, Lucas afirma que serviços odontológicos possuem uma demanda expressiva, pois são essenciais. De acordo com dados disponibilizados pela pesquisa “Odontologia Brasil 2018”, houve aumento na procura por dentistas. Outro ponto interessante é que a inadimplência na área odontológica é baixa, com média de 5%. 

“Com o posicionamento correto e bom estudo da pequena cidade em que deseja abrir o negócio, as chances de sucesso crescem. Todas as franquias da Odontoclinic priorizam o uso da tecnologia. Essa questão pode ser um diferencial nas cidades em questão”, finaliza Lucas. 

Franquias 

A Odontoclinic, que está presente no mercado há mais de 20 anos, é a primeira rede de franquias clínicas odontológicas do Brasil. Hoje, conta com mais de 200 clínicas e 2.550 dentistas.

Para saber mais sobre as vantagens e riscos de abrir uma unidade da Odontoclinic em uma cidade pequena, basta acessar: https://empreenda.odontoclinic.com.br/franquia-para-cidade-pequena/



Website: http://www.franquiaodontoclinic.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »