21/07/2017 às 11h58min - Atualizada em 21/07/2017 às 11h58min

Combustível com aumento de imposto já chegou aos postos

Litro da gasolina deve ficar R$ 0,41 mais caro se houver repasse integral; postos sem aumento de preço têm fila de automóveis.

Repórter Marcos Antonio - Redação Marcos Antonio
Posto da Zona Sul de SP muda preço de gasolina e etanol na faixa pendurada no teto, mas mantém na bomba o preço antigo (Foto: Aldieres Batista/G1)

s a alta de PIS e Cofins nos combustíveis anunciada na quinta-feira (20) pelo governo, os postos já começaram a reajustar o litro da gasolina pelo país. O G1encontrou postos que aumentaram os preços nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte. No caso do Piauí, em um posto que não havia subido os preços, os motoristas fizeram fila para abastecer seus veículos.

A alíquota de PIS e Cofins ficou mais alta para a gasolina, o etanol e o diesel. No caso da gasolina, a tributação mais que dobrou, passando de R$ 0,38 para R$ 0,79 por litro. Se a alta for repassada na íntegra para o consumidor, o litro da gasolina deverá ficar R$ 0,41 mais caro no país. A decisão sobre o repasse ao consumidor final, contudo, é de cada posto de combustível.

VEJA DICAS DE COMO ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL

Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro), José Alberto Gouveia, os postos de combustíveis do país já receberam das distribuidoras o repasse do aumento do PIS e Cofins nos preços. Considerando a Cide, que é de R$ 0,10 por litro, os impostos sobre a gasolina devem custar aos motoristas R$ 0,89 para cada litro.

“Vai ter posto com estoque baixo que subirá os preços de imediato, enquanto outros tentarão segurar um pouco, porque o mercado está muito competitivo”, afirma Gouveia, acrescentando que os R$ 0,41 de aumento "assustaram" o setor, que esperava uma elevação na faixa de R$ 0,10.

Na avaliação do presidente do Sincopetro, o aumento deve desaquecer o consumo nos postos. "O mercado já estava fraco e, diante dessa elevação, a expectativa é de uma queda ainda maior nas vendas".

Procurado, o Sindicom (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes) não se posicionou sobre o aumento até a última atualização desta notícia.

G1 entrou em contato com a Petrobras e com a União da Indústria de Cana de Açúcar (Unica), que representa os produtores de etanol, e aguarda posicionamento.

 
Governo anuncia alta de tributos sobre combustíveis (Foto: Ministério da Fazenda )

Governo anuncia alta de tributos sobre combustíveis (Foto: Ministério da Fazenda )

Governo anuncia alta de tributos sobre combustíveis (Foto: Ministério da Fazenda )

Governo anuncia alta de tributos sobre combustíveis (Foto: Ministério da Fazenda )

Governo anuncia alta de tributos sobre combustíveis (Foto: Ministério da Fazenda )

 

Veja a situação nos postos de combustíveis pelo país nesta sexta:

 

 

São Paulo

 

 
Posto da Zona Sul de SP muda preço de gasolina e etanol na faixa, mas mantém na bomba (Foto: Aldieres Batista/G1)

Posto da Zona Sul de SP muda preço de gasolina e etanol na faixa, mas mantém na bomba (Foto: Aldieres Batista/G1)

Posto da Zona Sul de SP muda preço de gasolina e etanol na faixa, mas mantém na bomba (Foto: Aldieres Batista/G1)

Posto da Zona Sul de SP muda preço de gasolina e etanol na faixa, mas mantém na bomba (Foto: Aldieres Batista/G1)

Posto da Zona Sul de SP muda preço de gasolina e etanol na faixa, mas mantém na bomba (Foto: Aldieres Batista/G1)

Por volta das 10h, um posto Shell na avenida Luís Carlos Berrini, na Zona Sul de São Paulo, mudou o valor do preço da gasolina e do etanol nas faixas de anúncio para R$ 3,39 e R$ 2,39, respectivamente. Apesar da alteração na faixa, o G1 presenciou que os preços na bomba permaneciam os antigos, R$ 0,40 mais baratos: R$ 2,99 para gasolina e R$ 2,099 para etanol.

 

Minas Gerais

 

 
Funcionário muda preço de gasolina em placa de posto de combustível em Belo Horizonte (Foto: Alex Araújo/G1)

Funcionário muda preço de gasolina em placa de posto de combustível em Belo Horizonte (Foto: Alex Araújo/G1)

Funcionário muda preço de gasolina em placa de posto de combustível em Belo Horizonte (Foto: Alex Araújo/G1)

Funcionário muda preço de gasolina em placa de posto de combustível em Belo Horizonte (Foto: Alex Araújo/G1)

Funcionário muda preço de gasolina em placa de posto de combustível em Belo Horizonte (Foto: Alex Araújo/G1)

G1 acompanhou a alteração do preço do litro de gasolina em um posto na Avenida Tereza Cristina, no bairro Carlos Prates, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O combustível, que custava R$ 3,29 no local, passou a ser cobrado a R$ 3,69. Os clientes reclamaram do reajuste. Outros postos na capital mineira também já fizeram a mudança.

 

Piauí

 

 
Em posto onde aumento ainda não foi repassado, motoristas fizeram fila em Teresina (Foto: Junior Feitosa/G1)

Em posto onde aumento ainda não foi repassado, motoristas fizeram fila em Teresina (Foto: Junior Feitosa/G1)

Em posto onde aumento ainda não foi repassado, motoristas fizeram fila em Teresina (Foto: Junior Feitosa/G1)

Em posto onde aumento ainda não foi repassado, motoristas fizeram fila em Teresina (Foto: Junior Feitosa/G1)

Em posto onde aumento ainda não foi repassado, motoristas fizeram fila em Teresina (Foto: Junior Feitosa/G1)

Em Teresina, a alta no valor dos combustíveis pegou consumidores de surpresa nesta sexta-feira (21). Nos postos onde o aumento ainda não aconteceu, motoristas fizeram fila. Segundo José Francisco, gerente de um posto na avenida Miguel Rosa, no Centro, a movimentação de clientes diminuiu bastante desde o aumento já na noite de quinta-feira.

G1 encontrou ainda postos onde o litro da gasolina que custava R$ 3,19 agora passou a R$ 3,64, um aumento de R$ 0,45.

 
No bairro Lourival Parente, em Teresina, um dos postos amanheceu com os preços dos combustíveis reajustados (Foto: Junior Feitosa/ G1)

No bairro Lourival Parente, em Teresina, um dos postos amanheceu com os preços dos combustíveis reajustados (Foto: Junior Feitosa/ G1)

No bairro Lourival Parente, em Teresina, um dos postos amanheceu com os preços dos combustíveis reajustados (Foto: Junior Feitosa/ G1)

No bairro Lourival Parente, em Teresina, um dos postos amanheceu com os preços dos combustíveis reajustados (Foto: Junior Feitosa/ G1)

No bairro Lourival Parente, em Teresina, um dos postos amanheceu com os preços dos combustíveis reajustados (Foto: Junior Feitosa/ G1)

 

Espírito Santo

 

Em um posto em Vitória, a gasolina já estava mais cara. Segundo o autônomo Brendo Teixeira, o litro que custava antes R$ 3,49 passou a custar R$ 3,99. Para economizar, os motoristas que abastecem o carro com gasolina têm buscado as cobiçadas promoções ou têm deixado o veículo em casa.

 

Pernambuco

 

 
No posto próximo a Ponte do Limoeiro, na região central do Recife, o preço do litro da gasolina era R$ 3,09 até a quinta-feira (20). Nesta sexta-feira (21), registrava R$ 3,59 (Foto: Thays Estarque/G1)

No posto próximo a Ponte do Limoeiro, na região central do Recife, o preço do litro da gasolina era R$ 3,09 até a quinta-feira (20). Nesta sexta-feira (21), registrava R$ 3,59 (Foto: Thays Estarque/G1)

No posto próximo a Ponte do Limoeiro, na região central do Recife, o preço do litro da gasolina era R$ 3,09 até a quinta-feira (20). Nesta sexta-feira (21), registrava R$ 3,59 (Foto: Thays Estarque/G1)

No posto próximo a Ponte do Limoeiro, na região central do Recife, o preço do litro da gasolina era R$ 3,09 até a quinta-feira (20). Nesta sexta-feira (21), registrava R$ 3,59 (Foto: Thays Estarque/G1)

No posto próximo a Ponte do Limoeiro, na região central do Recife, o preço do litro da gasolina era R$ 3,09 até a quinta-feira (20). Nesta sexta-feira (21), registrava R$ 3,59 (Foto: Thays Estarque/G1)

Em outro posto visitado pelo G1, próximo ao Marco Zero do Recife, o preço do litro da gasolina subiu R$ 0,40, indo de R$ 3,19 para R$ 3,59. Já em um posto na PE-15, em Olinda, o preço se mantinha estável na manhã desta sexta, custando R$ 3,19.

 

Rio Grande do Sul

 

Em um posto na Avenida Carlos Barbosa, no bairro Medianeira, em Porto Alegre, o valor de R$ 3,49 para gasolina comum e aditivada, com pagamento em dinheiro, atraiu consumidores na manhã desta sexta-feira (21). No cartão, o preço aumenta para R$ 3,59.

O preço mais baixo, porém, não vai durar muito. Já no sábado, o proprietário do posto já prevê aumento com a chegada da próxima carga.

 

Rio Grande do Norte

 

Vários postos de Natal reajustaram o valor dos combustíveis nesta sexta-feira (21). A gasolina comum chega a R$ 4,19 em Natal. Antes do reajuste, o preço médio era de R$ 3,59 o litro da gasolina.

Os postos que não reajustaram os combustíveis registravam movimento intenso na manhã desta sexta em Natal. Em alguns locais ainda era possível encontrar a gasolina comum, por exemplo, a R$ 3,39.

(Com informações do G1 SP, MG, PI, ES, PE, RS, RN)

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp