23/12/2021 às 12h38min - Atualizada em 23/12/2021 às 20h10min

Companhias realizam operação ferroviária inédita para exportação de algodão em pluma

SALA DA NOTÍCIA Brado e LDC
Em parceria pioneira no setor de algodão, a Louis Dreyfus Company (LDC), empresa global do agronegócio, e a Brado, especializada em logística multimodal, juntamente com o armador CMA CGM, realizaram a primeira movimentação de um trem carregado exclusivamente com algodão em pluma do Brasil.

Com 104 contêineres, o comboio de vagões percorreu mais de 1.500 quilômetros de trilhos entre o terminal de Rondonópolis (MT) e a cidade de Cubatão (SP), onde foram distribuídos em terminais portuários de Santos (SP) para seguirem em direção à China.

A Ásia é o continente com o maior consumo da fibra no mundo. Na última safra 2020/21, a China foi o destino de mais 30% das exportações brasileiras de algodão e o Brasil se consolidou como o segundo maior exportador mundial de algodão atrás somente dos Estados Unidos, segundo dados da Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea).

De acordo com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra 2020/21 deverá atingir 2,35 milhões de toneladas. As exportações brasileiras, durante o ciclo de julho/21 a julho/22, deverão atingir cerca de 1,7 milhão de toneladas, segundo previsões da Anea, o que incentiva o setor a buscar soluções na logística multimodal que aumentem ainda mais a competividade do algodão brasileiro.

“Para a LDC, investir em soluções logísticas é fundamental para levar o produto certo, ao local certo, no tempo certo, de forma segura, confiável e responsável. Trabalhar em parceria com outros participantes do setor faz parte desta missão”, disse Henrique Snitcovski, Diretor Executivo de Algodão, Grãos & Oleaginosas, Região North Latam da LDC. “Trabalhamos constantemente no desenvolvimento de parcerias-chave para maximizar volumes, minimizar possíveis gargalos e promover iniciativas inovadoras e sustentáveis que contribuam para a promoção da imagem do algodão brasileiro nos principais mercados consumidores”.

“A Brado desenvolveu um terminal multimodal com uma estrutura altamente eficiente e exclusiva para garantir a movimentação dos fardos de pluma de algodão com conexão direta para ferrovia”, comenta Vinicius Cordeiro, gerente executivo comercial da Brado. “Com esta operação inédita, proporcionamos uma solução inovadora e com ESG. Nela, o nível de segurança entre sinistros e avarias é altíssimo e as emissões ferroviárias são quase sete vezes menores do que as rodoviárias. Assim, estamos trazendo novas alternativas à cultura sustentável do algodão.”
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0