06/01/2022 às 11h55min - Atualizada em 06/01/2022 às 11h55min

Mulher foi assassinada por golpe de espeto preço da carne motivou a discussão, afirma delegado

Testemunhas relataram ao delegado, que o preço da carne motivou a discussão

Marcos Antonio - Marcos Imprensa
O delegado Ismael Gustavo Jacobus Marmitt, responsável pela DPCAMI de Videira, está conduzindo as investigações sobre o assassinato da moradora de Caçador Rosângela Markoski, 26 anos. Ela foi assassinada em uma festa de Réveillon em uma residência no bairro De Carli em Videira por volta das 22 horas do dia 31 de dezembro. O suspeito segue detido na Unidade Prisional de Videira.

“Em tese ele teria matado Rosângela Markoski utilizando uma arma branca, sendo um espeto de churrasco. A motivação do crime ainda não foi totalmente esclarecida. No interrogatório, o suspeito alegou que estaria embriagado no dia dos fatos e pouco se recordaria dos fatos. Mas segundo testemunhas, a discussão teria sido banal, o assunto seria o preço da carne”, comentou o delegado.

A polícia foi acionada e teve que efetuar disparos de balas de elastômero, para conter os envolvidos, pois o autor tentou se evadir, sendo o mesmo rendido por pessoas que estavam na festa.

De acordo com populares, Rosângela estava passando a Virada de Ano na casa de amigos. Rosângela foi velada e sepultada no domingo, 2, na capela mortuária do Cemitério Municipal de Caçador. Ela era casada e deixa filhos pequenos.

Fonte: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Foto: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0