09/01/2022 às 10h43min - Atualizada em 09/01/2022 às 10h43min

Buscas retomam no Capitólio e forças de segurança se unem para identificar vítimas

Até a manhã deste domingo (9), são sete pessoas mortas e três desaparecidas após a queda de uma pedra sobre os cânions de Capitólio em Minas Gerais

Marcos Antonio - Marcos Imprensa
NDMAIS
O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais retomou na manhã deste domingo (9), as buscas por três desaparecidos após a queda de uma pedra em cima de pelo menos quatro embarcações nos cânions de Capitólio, em Minas Gerais, na tarde deste sábado (8). As informações são do portal O Tempo.  Até a manhã deste domingo, são sete pessoas mortas e três desaparecidos, a Polícia Militar e o IML (Instituto Médico Legal) se uniram para identificar as vítimas. A corporação decidiu interromper as buscas na noite deste sábado por conta da baixa visibilidade.


A procura conta com equipes de mergulhadores e militares do Corpo de Bombeiros, Marinha, Defesa Civil e demais autoridades.
De acordo com informações do tenente Pedro Aihara, até às 16h de sábado há a confirmação de 32 pessoas feridas, sendo 23 com ferimentos leves.

Os corpos não estão no IML, estão em um posto de comando que foi montado provisoriamente em um clube náutico da região. Vinte e três vítimas foram atendidas e liberadas na Santa Casa de Capitólio”, explica o tenente.  Identificação Além das buscas, as equipes somam esforços para identificar os sete corpos resgatados do Cânion, a integridade das vítimas esta comprometida por conta do impacto das rochas. As identificações são feitas por policiais civis e federais de Minas Gerais
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0