07/03/2019 às 23h19min - Atualizada em 07/03/2019 às 23h19min

Criadores do Oeste de SC se preparam para tradição de consumo de peixes na quaresma

Expectativa é vender 50 toneladas do alimento em feira de Chapecó na Semana Santa

Repórter Marcos Antonio - Marcos Imprensa
Os produtores de peixe do Oeste catarinense estão otimistas com a quaresma. A expectativa é vender 50 toneladas do alimento na Feira do Peixe Vivo, que ocorre na Semana Santa em Chapecó. Enquanto o evento não ocorre, os criadores vendem a mercadoria em mercados menores.

Na quaresma, muitos católicos substituem a carne vermelha por pratos à base de peixe. Pensando nisso, o criador Almir Barp aumentou a produção de três pra cinco toneladas. E o objetivo é vender tudo.

"Um peixe de qualidade, um peixe bonito, com a qualidade diferente. A carpa-capim, pacu, a gente vai ter a carpa prateada, carpa húngara, traíra também, né. Esperamos que a gente que consiga oq que a gente levar, vender", disse o produtor Almir Barp.

A família dele é uma das participantes da Feira do Peixe Vivo. No ano passado, o evento vendeu, entre todos os produtores, 45 toneladas. Em 2019, a feira ocorre em 17 de abril.

Enquanto o evento não ocorre, os criadores aproveitam as feirinhas espalhadas por Chapecó. O movimento tem sido intenso. O produtor Euclides Menegatti afirma que as vendas dobraram.

"Outros anos era quase 12 a 15 toneladas, eu espero, tenho a expectativa de atingir ou ultrapassar também, que a gente trabalha pra isso", disse.
Fonte G1 SC 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp