20/05/2021 às 18h27min - Atualizada em 20/05/2021 às 20h42min

Pesquisa aponta valorização média de 26,5% em imóveis regularizados no DF

O estudo também indica que quanto mais tempo tem a regularização mais o imóvel se valoriza: imóveis regularizados em 2008 têm preço de metro quadrado 85% maior do que os regularizados em 2020

DINO
http://www.up.bsb.br
Entrada do condomínio Solar de Athenas no Grande Colorado, Sobradinho DF.

Pesquisa produzida pela Brain Inteligência Estratégica revelou que, após serem regularizadas, propriedades localizadas na região do Distrito Federal tiveram valorização de até 26,5%. O estudo ainda evidenciou que o tempo é um ponto-chave nesse processo, de forma que quanto antes a regularização é feita, mais o imóvel se valoriza. Imóveis regularizados em 2008 apresentam preço de metro quadrado 85% maior do que os imóveis regularizados em 2020.

A região do entorno do Plano Piloto, em Brasília, é composta por dezenas de condomínios residenciais onde milhares de imóveis não têm escritura registrada em cartório. Nesse sentido, boa parte dos moradores vêm buscando o registro legal de suas propriedades por meio da regularização fundiária, a exemplo do que aconteceu na 183ª reunião do Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan-DF), no início de maio, quando foram aprovados cinco condomínios da região administrativa de Sobradinho II.

Encomendada pela Urbanizadora Paranoazinho (UP), proprietária de uma área com 52 condomínios, localizada a dez quilômetros do Plano Piloto de Brasília, a pesquisa concluiu que em todas as metragens com possibilidade de comparação (acima de 101 m2), existe valorização dos imóveis regularizados.

Dentre as principais conclusões da pesquisa, estão:

  • imóveis regularizados em 2008 apresentam preço de m2 85% maior do que os imóveis regularizados em 2020;
  • imóveis regularizados em 2013 apresentam preço de m2 46,2% maior que os imóveis regularizados em 2020;
  • casas regularizadas apresentam preço médio 26,5% maior do que as não regularizadas;
  • o maior índice de valorização foi constatado em casas entre 101 e 200 m2 (42,5% de valorização);
  • imóveis entre 301 e 400 m2  tiveram 40,8% de valorização;
  • casas com quatro ou mais dormitórios, quando regularizadas, apresentam preço do m2 privativo 87,6% maior do que casas não regularizadas com a mesma configuração. 

A metodologia utilizada para a pesquisa contou com a coleta de dados in loco e online em 52 condomínios, entre os dias 4 e 15 de abril deste ano, além do mapeamento realizado dentro do perímetro delimitado.

Regularização avança na saída norte do DF

Por meio de um processo essencialmente virtual, 11 dos 40 condomínios ainda não regularizados na Fazenda Paranoazinho, localizada em Sobradinho, tiveram seus processos de regularização aprovados pelo governo. Quando esses os novos condomínios forem a registro, a região alcançará a marca de 42% de regularização, beneficiando mais de 10 mil moradores. 



Website: http://www.up.bsb.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »