26/05/2021 às 01h01min - Atualizada em 26/05/2021 às 07h30min

Google Trends revela aumento de dores na Coluna durante a Pandemia.

O neurocirurgião Dr Thiago Salati, explica o porquê houve esse aumento dores de coluna na Pandemia e como prevenir e tratar essas dores.

SALA DA NOTÍCIA Heidy Silva
www.drthiagosalati
Divulgação
O termo “dor de coluna” teve um aumento significativo durante a pandemia no Brasil, de acordo com o Google Trends (serviço de análise de tendências do buscador)
Com as restrições impostas pela situação atual, o sedentarismo tem atuado de forma determinante, piorando a dor desses pacientes, é o que explica o médico Neurocirurgião com especialidade em cirurgia da coluna vertebral, Dr Thiago Salati .
 
Normalmente, a lombalgia pode ocorrer devido a enfraquecimento da musculatura paravertebral e algumas medidas podem ser adotadas: “exercícios que se pode fazer em casa, ou seja, levante a cada hora para dar uma caminhada e esticar as pernas; melhorias na ergonomia para desempenhar o trabalho - cadeira por exemplo : precisa ser confortável e oferecer algum apoio para a coluna lombar e, de preferência, para os braços” ,são algumas orientações do especialista.
Isso vale inclusive para o tempo maratonando séries no sofá.
 
Sobre o neurocirurgião:
Thiago Salati, neurocirurgião a mais de cinco anos. Formado em medicina pela Universidade Federal de São Paulo, Thiago fez residência em neurocirurgia na mesma universidade. 
 
Desde 2014, vem atuando em sua própria clínica particular e atualmente é Médico Assistente do Grupo de Cirurgia da Coluna Vertebral e setor de Neuroemergências - Disciplina de Neurocirurgia - UNIFESP - EPM e preceptor do programa de residência médica em Neurocirurgia nesta universidade.
 
Salati participou recentemente de um estágio de um mês na Rush University Medical Center, em Chicago, com o professor Richard Fessler um dos maiores nomes no mundo na área de cirurgia minimamente invasiva da coluna vertebral.
 
Redes sociais:
@tsalati
@clinicasalati

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0